ÚLTIMAS NOTÍCIAS

State, straight, Translate


Por Luiz de Andrade 


Ruy Ventura traz a pergunta: Traduzir um poema é escrever um poema novo? Sinceramente não sei responder a essa pergunta, acho que talvez ninguém saiba. Como pensar em fidelidade quando tem em mãos uma expressão de pensamento, um elaborado conjunto de idéias perfeitamente talhado, tal qual uma jóia nas mãos de um ourives. Uma preciosidade que revela não só o que se passa na mente do escritor, mas um verdadeiro reflexo de uma época, país ou situação que ambienta e define o autor.


A Tradução literária em geral demanda muita pesquisa histórica, e factual a cerca do tema que se aborda e a incrível capacidade de entrar na mente do autor para aproximar o sentido da tradução do que carrega o texto original.

Fora questões semânticas, o estilo, a forma ou fôrma na qual o poema está alocado é uma das grandes dificuldades a se considerar. O não-respeito a questões estilísticas como métrica ou rima deprecia uma tradução?

Talvez uma versão sem a mesma rima ou métrica altere a percepção do leitor, o faça perceber detalhes que com o formato anterior não era tão perceptível. Quem há de julgar uma tradução por esses aspectos? Talvez essa escolha do tradutor tenha sido com o intuito de melhorar o texto em questão e compreensão do mesmo, não como falta de capacidade tradutória. Não é sensato julgar uma tradução por esses méritos.

Quem poderá garantir que uma tradução é infiel ao original?

Como estamos tratando de poesia e tradução nesse texto, trago-lhes uma ferramenta que possivelmente os ajudarão nessa árdua tarefa de traduzir. O Rhyme Zone é na verdade um thesaurus que apresenta sugestões de rimas. Além disse ele dispõe de sinônimos, definições, palavras homófonas e muito mais: Nele é possível buscar por rimas de sílabas ou de letras.

Além disso, eles dispõem de alguns textos importantes na íntegra. Como algumas obras de Shakespeare e citações famosas.

Os resultados podem ser dispostos por números de sílabas, o que facilita bastante a procura por uma palavra específica. A palavra “translate” rima com nate, pait, pate, plate, rait, rate, sate, skate, slate, spate, speight, state, straight, strait, strate, streight, trait, wait, waite, waitt, wayt, e mais uma porção de palavras.

Então fica aí a dica para aqueles que se aventuram do mundo da tradução poética e literária.

Um comentário

Ecos disse...

O artigo do Luiz é muito interessante para a área de tradução literária. Sem dúvidas, as questões levantadas por ele nos faz repensar sobre como concebemos tal tipo de tradução e no tradutor como um agente social transformador. Muitos consideram ainda a tradução literária muito mais complicada que a técnica e talvez isso se deva à falta de contato mais profundo com a tradução técnica ou mesmo a literária. Na verdade, tão acepção não deveria ser evitada por aqueles que desconhecem o processo... Enfim, que esse artigo vem dar uma luz em mais uma das muitas formas de resolver um problema de tradução, neste caso o de rimas, num texto literário. O site indicado é deveras muito bom e dica já foi muito bem guardada. Obrigada, Luiz! Continue colaborando!