ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Conheça Index Translationum, o catálogo de livros traduzidos da UNESCO

Foto: Thomas Peter/Reuters


✎Por Janaina de Aquino

O Index Translationum é uma biblioteca virtual criada pelo UNESCO em 1948 com dados de livros traduzidos em mais de 150 países.

O banco de dados é atualizado uma vez por ano (na medida em que os países enviam novas informações) e inclui traduções de todos os campos profissionais. Cada unidade bibliográfica contém o nome do(a) autor(a), título traduzido, nome do(a) tradutor(a), lugar de publicação, editora, ano de publicação, número de páginas, idioma e, com frequência, o nome do título original. 

Uma análise das estatísticas mais recentes disponibilizadas pelo banco de dados nos permite obter algumas informações muito interessantes sobre as tendências de tradução ao redor do mundo e no Brasil.

TOP 50 no mundo


Agatha Christie (7236 traduções), Jules Verne (475) and William Shakespeare (4296) ocupam, respectivamente, os três primeiros lugares numa lista 50 autores mais traduzidos ao redor do mundo (confira a lista completa aqui). Alemanha, Espanha e França, nesta ordem, são os países com o maior número de traduções; Brasil está em 17° lugar (confira a lista completa aqui). Os idiomas de partida mais traduzidos são inglês, francês e alemão (confira a lista completa aqui); já os de chegada são alemão, francês e espanhol (confira a lista completa aqui).

Top 10 no Brasil


Barbara Cartland, uma das mais bem-sucedidas escritoras de romances ao redor do mundo cujas histórias tratavam de mulheres inocentes e virgens casadas sempre com homens ricos da alta sociedade lidera a lista de autores(as) estrangeiros(as) traduzidos(as) no Brasil. Chamada pela revista Vogue como a Rainha do Romance, suas obras dominaram as bancas de jornais de todo o Brasil:



Agatha Christie está em segundo lugar (307), à frente de Sidney Sheldon (215), Allan Kardec (157) e Italo Calvino (125). 


Entre os 10 tradutores de língua portuguesa mais traduzidos estão por Paulo Coelho (1098), José Saramago (534), Jorge Amado (421), Fernando Pessoa (374) e Leonardo Bodd (305). Clarice Lispector é a única tradutora da lista (113), em 9° lugar e à frente de Machado de Assis (97).



Evolução da tradução no Brasil


De acordo com os dados do Index Translationum, foram publicadas 105 obras traduzidos no Brasil em 1979. O número aumentou praticamente 10 vezes mais no ano seguinte, contando com 1013 traduções e se manteve na faixa de 1000 publicações anuais durante uma década. Houve um verdadeiro boom em 1999, com 3145 traduções. Entretanto, desde 2005, o número de obras traduzidas fica abaixo de mil, até 2007 (305 publicações, último ano de coleta de dados). Para ver a lista completa, clique aqui.

Neste link, é possível verificar o número de traduções por editora no Brasil.


★★★

Este artigo faz parte da comemoracao do mês de setembro, que marca dois eventos muito importantes para os tradutores: o dia Europeu das Línguas (afinal, muitos de nós trabalhamos com línguas também deste continente) e o Dia Internacional da Tradução.


Nenhum comentário