Header Ads

Sobre tradutores e outros pitacos

Na comunicação que apresentei durante a Semana do Tradutor UNESP/Ibilce, comentei sobre o fato que, como tradutores, vemos tradução em tudo. E pior: damos pitaco na tradução dos outros. Até aí, mais ou menos tudo bem, pois estamos de certa forma gabaritados para isso. O problema é quando pessoas de fora do ramo começam a dar pitaco também. O exemplo que dei foi as legendas de filme. Quem tem um mínimo de conhecimento da língua estrangeira de um filme legendado, com frequência reclama que os atores disseram algo completamente diferente do que foi traduzido. Ora, eu perguntei: quantas pessoas como essas que disparam tais críticas sabem que no mundo da legendagem, além dos amadores, como em toda parte, muitas vezes o legendista recebe o material com pouco tempo para fazê-lo e há até casos daqueles que não tem sequer oportunidade de ver a fita do filme? Aí fica difícil, não é mesmo? Caso similar a professora Branca, da Puc-Rio apresentou sobre a situação dos intérpretes que são colocados sem a menor visão do palestrante. O artigo abaixo merece ser discutido. Eu daria uma série de pitacos nele, e você?

Telefone sem fio


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.