Header Ads

Tradução dos clássicos no Brasil é tema de especial na Casa Guilherme de Almeida




Alguns dos mais importantes tradutores de poesia grega e latina do país irão recitar ou apresentar suas traduções, baseadas nas performances dos poetas antigos

Quem trabalha com tradução ou estuda poesia clássica não pode perder um evento único e dos mais interessantes nessas duas áreas. A Casa Guilherme de Almeida promove, no dia 5 de março, das 9h30 às 20h, a maratona da segunda edição do Encontro “Tradução dos Clássicos no Brasil”. Quem participar terá contato com alguns dos mais importantes tradutores de poesia grega e latina do país. Eles vão recitar ou apresentar, em performances rítmicas e melódicas, suas traduções, baseadas nas performances dos poetas antigos. O espaço é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado, gerenciado pela Organização Social Poiesis. 

Uma das apresentações será com Guilherme Gontijo Flores, prêmio Jabuti de tradução 2014 pelo livro Anatomia da Melancolia, de Robert Burton, que vai cantar e tocar lira e violão. Marcelo Tápia, tradutor e diretor da Casa Guilherme de Almeida, fará o encerramento literomusical. Ele vai recitar e cantar alguns poemas gregos antigos (épica e lírica) no original e em versão ao português, acompanhado por flauta, violão e percussão (pelo músico Panda Gianfratti, conhecido improvisador e percussionista). 

Realizado pela primeira vez em 2015, o encontro terá frequência anual. O evento tem entrada gratuita. Para obter mais informações ou realizar a inscrição online, acesse o site (www.casaguilhermedealmeida.org.br). 

Confira a programação: 

II Encontro “Tradução dos Clássicos no Brasil”
Dia 05/03, das 9h30 às 20h

Das 9h30 às 11h10

- Érico Nogueira (UNIFESP): "O salmo 136 (137) em duas versões latinas e em redondilhas de Camões". 

- Brunno V. G. Vieira (UNESP): “Desejo e fúria de Ovídio pelas tabelas”

- João Angelo Oliva Neto (USP): “João Gualberto Ferreira dos Santos Reis e a primeira tradução brasileira integral em versos da Eneida: considerações primeiras”.

- Alexandre Hasegawa (USP): "Tradução dos epigramas atribuídos a Teócrito"

Das 11h40 às 13h20

- Adriane Duarte (USP): “Versões e diversões: traduzindo a comédia grega”

- Ana Maria César Pompeu (UFC): “Aristófanes matuto: tradução de Acarnenses do grego para o cearenses”

- Edson Reis Meira (UFMA): "Lisístrata no português do Sul da Bahia"

- Paulo Martins (USP): “Propércio em verso 'livre' de pudor, ou simplesmente sem...”

Das 14h30 às 16h10

- Jaa Torrano (USP): “Tradução e acribia poéticas”

- André Malta (USP): “Tradução tradição: Homero na pátria do português”

- Raimundo Carvalho (UFES): “A história de Filêmon e Báucis”

- Robert de Brose (UFC): “Experiências tradutórias com trímetros e tetrâmetros gregos”

Das 16h40 às 18h20

- Rodrigo Gonçalves (UFPR): "Lucrécio e o ritmo da natureza"

- Leonardo Antunes (UFRG): “Poesia grega em música e tradução”

- Guilherme Gontijo Flores (UFSC): “Considerações para uma transperformance”

- Encerramento literomusical – Marcelo Tápia (Casa Guilherme de Almeida): “Melopeia”

Das 18h30 às 20h

Confraternização

Serviço:

Casa Guilherme de Almeida Anexo
Rua Cardoso de Almeida, 1943. Tel. 3673-1883. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.